Falta de medicamento na 6ª Gerência Regional de Saúde prejudica pacientes com Lúpus, em Patos



Pacientes de Lúpus estão reclamando que a 6ª Gerência Regional de Saúde, órgão da Secretaria de Estado da Saúde, com sede no Município de Patos, vem em falta com a medicação específica para estes usuários atendidos através do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com a denunciante, a medicação reuquinol (hidroxicloroquina) está faltando há vários dias e vem prejudicando pacientes que devem a usar cotidianamente. Os pacientes com Lúpus, que é uma doença inflamatória de origem autoimune, sofrem com fraqueza, febre, perda de peso, problemas renais, podem ter manchas avermelhadas na pele, convulsões, alteração de humor, dentre outros sintomas, para tal se faz necessário o uso de medicamentos, entre estes um dos principais é o reuquinol.

A denunciante, que pediu para não se identificar, relatou que tem ido até a 6ª Gerência Regional de Saúde, mas sempre vem recebendo a notícia que está em falta e os funcionários não sabem informar quando a situação será normalizada. De acordo com ela, o Governo do Estado vem recebendo do Governo Federal a medicação, porém, por questões de politicagem, o reuquinol está em falta nas regionais de saúde.

Após a divulgação de que a hidroxicloroquina seria eficaz no tratamento do COVID – 19 houve uma busca mundial pela medicação. Isso provocou falta de tal medicamento nas farmácias e aumento exorbitante nos preços.

A reportagem fez contato com a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Saúde (SES). A informação é de que o reuquinol está em processo de aquisição e assim que seja restabelecido o abastecimento, a medicação será entregue aos usuários em todas as regiões.


Jozivan Antero – Patosonline.com