Falta de medicação na 6ª Gerência de Saúde prejudica pacientes transplantados em Patos e região



Pacientes transplantados e que necessitam tomar medicamentos fundamentais para evitar problemas de saúde, e até para impedir a rejeição dos órgãos recebidos, estão denunciando a ausência de remédios na 6ª Gerência Regional de Saúde, que tem sede em Patos.

Em relato enviado pelo senhor Júnior Amorim, que realizou transplante de rins, a redação do Patosonline.com foi comunicada que desde o início do mês de setembro, o medicamento micofenolato de mofetila está em falta e vem causando danos na saúde do usuário, bem como de tantos outros que dependem do remédio. “Quem toma, assim como eu, estamos todos aflitos”, relatou Júnior.

De acordo com denúncias, o desabastecimento nos estoques da 6ª Gerência Regional de Saúde está ocorrendo há vários dias e não se tem uma resposta clara de quando haverá normalização. Os pacientes que dependem da medicação estão acusando o órgão do Governo do Estado da Paraíba de ignorar o dano causado aos pacientes e de não providenciar a reposição das medicações fundamentais para a saúde dos usuários.

A reportagem fez contato com Fernanda Érica, nova gerente da 6ª Gerência Regional de Saúde. A gerente se encontra em João Pessoa até o dia 1º de outubro. Ela relatou que vai verificar com a Secretaria de Saúde do Estado do porquê da falta das medicações, mas pediu para que os pacientes vejam a possibilidade de trocar por outros que possam substituir os que faltam. Fernanda Érica não esclareceu quando os estoques serão regularizados.


Jozivan Antero – Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.