Falso médico atuava em Hospital de Água Branca



A Secretaria de Saúde de Água Branca-PB tornou público nessa segunda feira, 22 de outubro que sofreu um golpe de Marcos Ferreira, residente em Patos no Bairro Belo Horizonte, próximo ao cemitério.

 

Ele se identificou como DR. Marcos Soares e apresentou o CRM 6422. Os dados são falsos e o individuo desejava trabalhar no município no Programa Saúde da Família (PSF) sem ter qualificação para tal atividade.

 

O falso médico chegou à Água Branca de ônibus e teve sua proposta aprovada, pois aceitou trabalhar diariamente as duas últimas semanas do mês em curso e ainda se comprometeu que viria morar na cidade.

 

Tendo em vista a dificuldade de contratar profissionais de medicina para atuar em cidades interioranas, o secretário de saúde, Edísio Silva , pediu os documentos de Marcos Ferreira para que pudesse fazer o contrato. Mas ele disse que não estava com a documentação e traria no dia seguinte. Sem desconfiar, o secretário concordou.

 

A primeira pessoa a desconfiar da postura do farsante foi a enfermeira Kalline Firmino quando ele se recusou a fazer os pré-natais. Além disso, Marcos Ferreira fez prescrições e posologias erradas. Por sorte, a mesma enfermeira, procurou todos os pacientes e suspendeu a medicação indicada pelo falso médico que também pediu dinheiro emprestado a três pessoas de Água Branca. Inclusive, usou o nome do secretário sem permissão.    

 

Confirmada as trapalhadas de Marcos Ferreira, o secretário de saúde tomou providências e constatou que o CRM é falso.

 

A polícia aguardou o farsante para prendê-lo em flagrante, mas ele fugiu e não voltou ao município.

 

De acordo com as informações da enfermeira Isabela Fernandes, que representou o secretário de saúde em entrevista a rádio local, a secretaria de saúde deve formalizar denúncia ao Ministério Público nessa terça feira, 23 de outubro. 

   

A reportagem não conseguiu fotos de Marcos Ferreira, mas ele é moreno, magro e já exerceu ou exerce função de professor em uma escola de Patos.

 

Da redação: Gilmá Nascimento