Ex-prefeito de Patos, médico Ivanes Lacerda é sepultado em Conceição



O corpo do ex-prefeito de Patos, Ivanes Lacerda foi sepultado na tarde desta terça-feira (29) na cidade de Conceição, no Sertão da Paraíba, terra natal do político. Ivanes morreu na segunda-feira (25), aos 66 anos, por complicações da Covid-19.

Em Conceição, o ex-prefeito recebeu as últimas homenagens, durante o velório na casa do irmão dele, Nilson Lacerda, ex-prefeito da cidade. O sepultamento aconteceu no Cemitério Nossa Senhora da Conceição. Durante a manhã, o corpo do político foi velado em Patos.

Ivanes era médico e estava internado desde o último dia 3 de janeiro, na UTI de um hospital particular de João Pessoa. O político contraiu a doença nos últimos dias do seu mandato.

A família de Ivanes chegou a cogitar sua transferência para uma unidade hospitalar em São Paulo. A logística do transporte aéreo foi feita, mas ele apresentou complicações e, por isso, a equipe médica optou pela permanência dele em João Pessoa. Na última semana, ele havia passado por um procedimento de traqueostomia e continuava sedado.

Vida pública

Ivanes conquistou o cargo de prefeito em uma eleição para presidente da Câmara de Vereadores de Patos, exatamente no dia do seu aniversário, em 23 de agosto de 2019. Após o afastamento do prefeito Dinaldinho e as renúncias do vice-prefeito Bonifácio Rocha, além do vereador Sales Júnior (à época presidente da Câmara), Ivanes foi eleito quase por unanimidade, com os votos dos seus pares da Casa Juvenal Lúcio de Sousa.

Médico ortopedista, Ivanes começou a vida pública como vereador eleito em 2000 pelo PMDB, obtendo 908 votos. Em 2004, já pelo PSDB, conquistou 1.642 votos e foi o quinto mais votado para a Câmara Municipal de Patos. Foi reeleito em 2008, 2012 e 2016, anunciando que não seria mais candidato a vereador em 2020, já que estava ocupando o cargo de prefeito da Capital do Sertão.

Ele chegou a ensaiar uma candidatura à prefeitura de Patos, mas no momento da pandemia do novo coronavírus, optou por cuidar da cidade e anunciou apoio a Nabor Wanderley, que venceu a disputa.

Jornal da Paraíba