Estudante é morto com quatro tiros em Sousa



O estudante Anderson Diego Nunes da Silva, 10 anos, foi assassinado com quatro tiros de revólver na noite desta segunda-feira (6), às 22h30, na periferia de Sousa. A vítima teria encontrado a carteira perdida do comerciante Raimundo Nonato Pedrosa. Ao ver que a cédula de R$50 não se encontrava na carteira, Raimundo jurou

         Casa do Estudante               vigança ao jovem, matando-o à noite.

O acusado de cometer o crime é mais conhecido no bairro como Galego e é proprietário de uma pequena locadora de vídeo no Jardim Sorrilândia.

O padrasto da vítima informou a polícia que a família inteira estava na casa se preparando para dormir, quando Raimundo invadiu a residência portando um revólver. Ele disparou quatro tiros contra o estudante, que estava enrolado em um cobertor dentro de uma rede.

Segundo a mãe da criança, Eliane Nunes da Silva, seu filho ainda foi levado em uma moto para o Hospital Regional de Sousa, chegando ainda com vida. No entanto, Anderson não resistiu aos ferimentos e veio a morrer na sala de cirurgia.

A Polícia Militar empreendeu diligências momentos depois do crime, mas não conseguiu localizar o acusado.

 

informações de George Wagner

Paraíba1