Escrivã da Polícia é morta na frente da mãe em Catolé do Rocha



Nesta sexta feira por volta da 19:00 horas, na Rua Barão do Rio Branco, mais precisamente por trás da Escola Municipal Luzia Maia, houve um assassinato brutal, que teve como vítima Maria de Fátima Veras da Silva de 52 anos e trabalhava como Escrivã na 8ª Gerência Regional de Policia Civil de Catolé do Rocha, e era bastante conhecida na nossa cidade.

De acordo com informações de familiares, ela havia chegado a pouco tempo na casa de sua genitora, pediu benção, e ficaram sentadas conversando em frente da casa, quando dois homens chegaram numa moto Honda 150 vermelha, calça jeans, roupas e jaquetas ou blusões escuros,efetuaram 4 disparos de arma de fogo, provavelmente pistola, e quando a vítima caiu ao lado de sua moto Biz,os assassinos terminaram de descarregar a arma.Sua mãe que no momento do crime estava ao seu lado, gritava muito e não foi atingida por nenhum dos disparos. A vítima não teve como se defender e escapar da morte.

A vítima foi morta bem perto da cadeia Pública de Catolé do Rocha.
Após o assassinato, familiares e amigos chegavam a todo instante na residência onde ocorreu o crime, para saber notícias e se solidarizar com os que ali estavam.Houve muita comoção e uma amiga da vítima chegou a passar mal, sendo necessário à presença da equipe do SAMU.

Logo após o assassinato, a Policia Militar chegou no local e isolou a área, até a chegada de peritos da Polícia Civil.Também várias viaturas foram acionadas e saíram em diligências afim de prenderem algum suspeito.

De acordo com informações extra-oficiais, o assassinato pode está relacionado com rixas entre famílias. O corpo foi conduzido para o IML de Patos.


Fonte panoramanoticia/Foto: Domício Filho