EquoPatos está há quase um ano sem receber subvenção por parte da Prefeitura Municipal de Patos



Em março de 2019, os vereadores da Câmara Municipal de Patos, durante sessão ordinária, aprovaram por unanimidade o projeto que concedia subvenção de R$ 1.000,00 para a Associação de Equoterapia de Patos. Dia de muita alegria, pois o projeto é reconhecido pela sociedade pelos relevantes serviços prestados no tratamento da saúde dos que mais precisam.

Acontece que a Associação de Equoterapia de Patos, desde que foi beneficiada com a subvenção, nunca recebeu o que lhe é de direito. Há quase um ano a entidade sem fins lucrativos espera o repasse por parte da gestão municipal.

Na manhã desta terça-feira, dia 28, a reportagem buscou contato com Rivanio Gomes, fundador-presidente da Associação de Equoterapia de Patos. Ele confirmou a informação de que a Prefeitura de Patos nunca repassou o valor e que houveram gastos para deixar a entidade com todos os documentos necessários para que recebesse a subvenção, porém, nunca se recebeu.

Rivanio Gomes disse que o projeto se mantém graças a doações de pais, amigos e empresas parceiras, além de eventos extraordinários realizados. No ano passado, a entidade recebeu R$ 5.639,50 da ação Sou do Bem, promovida pelo Grupo Guedes, que tem as empresas Guedes Supermercado e Guedes Shopping. A sociedade patoense reconhece a importância que o EquoPatos conquistou nestes quase 5 anos de fundação.

De acordo com o próprio Rivanio, as gestões vêm alegando dificuldades financeiras para pagar a subvenção. “A esperança é a última que morre! Aproveito a oportunidade e agradeço a todos que vão lá contribuir. Inclusive convido aqueles que queiram ser voluntários para ir lá ajudar para que mais pessoas possam usufruir daquele trabalho”, disse Rivanio.

Em contato com Arnon Medeiros, secretário de Finanças do Município de Patos, a reportagem foi informada que a secretaria vai buscar saber o andamento da subvenção e que se estiver autorizado e encaminhado ao setor de empenhos, a quantia de direito será paga.


Jozivan Antero – Patosonline.com