Enfrentamento da Dor



Rennê Wesley Ferreira Limeira

* 24/08/1985   + 28/09/2019

        30 dias de Saudades

   Como conviver com a sua ausência? Pois, lutamos tanto pela sua vida, tão preciosa, aos nossos olhos e aos olhos de Deus!

   Tivemos dias difíceis, mas também tivemos dias de alegrias e de esperança.

   Conviver e compreender a dor da sua partida em circunstâncias tão violentas não é fácil, independentemente de qualquer circunstância. Pois, a sua vida ceifada ainda jovem é interpretada como interrupção no seu ciclo biológico e isso provoca sentimento de impotência, frustração, tristeza, dor, sofrimento e angústia.

   Sabemos que a morte é um fato inevitável, contudo, é difícil aceitar que aconteça precocemente, pois foi de maneira tão brusca que partiste.

   O pensamento que nos fica é de coisificação da vida humana.

   Deste modo, a experiência de enfrentar a morte se torna pública e impessoal, perdendo o seu caráter existencial.

   Nestes 30 dias decorridos, compreendemos que só Deus se importa com a dor do outro pela perca de alguém que era anônimo para a sociedade.

   Contudo, queremos lembrar que a vida de Rennê Wesley, assim como de tantos outros jovens que têm sua vida interrompida pela morte “não-natural”, tem valor, e que os sentimentos de incompreensão que ficam em seus familiares e amigos amparam-se na Fé no autor da vida, Deus, e na esperança de ver alguns dos problemas de Saúde Pública sendo amenizados, como meio de assegurar amparo aos familiares e segurança efetiva para a juventude e a sociedade.

   Para tanto, enfrentemos a experiência da dor ancorados no que nos diz a palavra do Senhor: ” O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta e jamais acaba.” 1 Co. 13:7-8




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.