Gerais

Energia furtada na Paraíba em 2022 poderia abastecer toda a cidade de Patos por 1 ano

ÓTICAS GUIMARÃES

Apenas em 2022, foram desviados 231 GWh em energia elétrica. Os números são preocupantes, já que esse valor seria suficiente para abastecer toda a cidade de Patos por um período de 12 meses. Para mudar essa realidade, a Energisa tem intensificado as ações de combate a furtos, uma das prioridades da concessionária para manter, principalmente, a qualidade no fornecimento de energia.

De janeiro a dezembro de 2022, por exemplo, foram investidos R$ 25 milhões nessa frente, tanto em ações de inspeções e regularizações quanto em tecnologia de identificação de fraudes.

Os esforços têm trazido bons resultados. Em parceria com a Polícia Civil e o Instituto de Polícia Científica (IPC) da Paraíba, a Energisa recuperou, no ano de 2022, mais de R$ 21 milhões, sendo R$ 4,4 em impostos, cerca de 12% a mais que em 2021. Recuperados, esses valores poderão ser investidos em obras de manutenção e ampliação da rede elétricas, por parte da Energisa, e em políticas públicas do Governo do Estado, por exemplo.

Além de comprometerem a qualidade do fornecimento de energia, sobrecarregando o sistema elétrica, o popular “gato” e ligações improvisadas de energia põem em risco a segurança da população, já que os desvios não atendem os padrões de fornecimento, podendo ocasionar choques elétricos, curtos-circuitos e até mesmo incêndios. A população também pode sofrer com danos aos equipamentos elétricos devido à queda na qualidade da energia.

“Infelizmente temos visto notícias frequentes de acidentes com a comunidade, ao tentar fazer esse tipo de ligação. Normalmente, quem pratica esse ato não tem conhecimento sobre eletricidade e nem utiliza os equipamentos de proteção necessários para trabalhar com a rede energizada. As equipes técnicas da Energisa passam por treinamentos específicos para mexer na rede elétrica com segurança”, alerta o gerente comercial da Energisa, Danillo Lélis.  

Condições diferenciadas para regularização

Lélis acrescenta ainda que a empresa está aberta a negociações de débitos após a regularização da ligação de energia.

“Analisamos a situação de cada cliente, para que ele consiga regularizar sua ligação de energia e coloque em dia os seus débitos com a melhor condição possível”, explicou.

Para negociar, os clientes podem optar por um dos canais digitais disponíveis de sua preferência:

– GISA (gisa.energisa.com.br): assistente virtual disponível 24 horas por dia. Basta escrever a palavra Parcelamento e dar início à conversa.

– Agência Virtual (www.energisa.com.br): basta realizar o cadastro e selecionar a opção ‘Negociar Dívida’.

– APP Energisa On: é só clicar no ícone Parcelamento.

Como denunciar gato de luz

Caso suspeite desse tipo de prática, o cliente pode denunciar de forma anônima. A denúncia pode ser feita pelo Call Center 0800 083 0196 (ligação gratuita), em uma das agências de atendimento, na Gisa (opção 15), ou no site da Energisa (www.energisa.com.br).

Por Assessoria


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo