Empresário foragido da Operação Calvário foi preso nesta quarta-feira no Rio de Janeiro

Empresário era procurado pela Polícia Federal desde a sétima fase da Operação Calvário (Foto: Polícia Federal)



As informações são de que o empresário Hilário Ananias Queiroz Nogueira foi preso no Rio de Janeiro.

O empresário Hilário Ananias Queiroz Nogueira, que estava foragido desde a deflagração da sétima fase da Operação Calvário, foi preso na manhã desta quarta-feira (29), no Rio de Janeiro.

Hilário Ananias Queiroz Nogueira é apontado na investigação como responsável pela Conesul Comercial e Tecnologia Educacional Eireli, sendo considerado integrante do núcleo econômico.

No dia 19 de dezembro de 2019 a ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido de liminar que havia sido feito pela defesa do empresário.

A Operação Calvário foi desencadeada no dia 14 de dezembro de 2018 para investigar núcleos de uma organização criminosa, gerida por Daniel Gomes da Silva, que se valeu da Cruz Vermelha Brasil – filial do Rio Grande do Sul (CVB/RS) e do Ipcep como instrumentos para a operacionalização de um esquema de propina no Estado da Paraíba. A organização seria responsável por desvio de recursos públicos, corrupção, lavagem de dinheiro e peculato, através de contratos firmados junto a unidades de saúde do Estado, que chegaram a R$ 1,1 bilhão.

Fonte: Click PB




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.