Empolgado, Treze recebe o Imperatriz-MA para sair da zona de rebaixamento



Empolgado pela vitória no clássico contra o Botafogo-PB, a primeira na Série C, o Treze enfrenta o Imperatriz-MA nesta quinta-feira, às 20h30, no Estádio Amigão, disposto a sair da zona de rebaixamento do torneio.

Este duelo foi remarcado da primeira rodada por conta de um surto de coronavírus no elenco do time maranhense. E é decisivo para as pretensões dos dois clubes no Grupo A. Aliás, no domingo Treze e Imperatriz voltam a se enfrentar, só que no Maranhão, pela oitava rodada.

O Galo ocupa a nona colocação, com sete pontos ganhos, e se vencer empurra o Botafogo-PB para o Z-2, já que a diferença para o rival é de apenas um ponto. Já o time maranhense ainda não venceu e vem de seis derrotas seguidas em sete jogos disputados, aparecendo na última posição da chave, com apenas um ponto somado.

Pelo lado do Alvinegro de Campina Grande, depois de conquistar a primeira vitória dentro da competição, o técnico Márcio Fernandes não deve fazer grandes mudanças no time titular.

A única alteração com relação a partida contra o Botafogo-PB será forçada. Já que o atacante Douglas Lima recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora para cumprir suspensão automática.

Contratados na última semana, Maycon Paixão e Matheus Lu brigam pela titularidade. Porém o primeiro sai na frente, já que fez sua estreia ao entrar por alguns minutos no jogo no jogo do final de semana. Também recém-contratado, o zagueiro Jairo ficará como opção no banco de reservas para o segundo tempo.

No Imperatriz, o técnico Estevam Soares terá que improvisar no setor defensivo. Isso porque, o único lateral-direito do elenco Léo Rodrigues, segue lesionado e entregue ao Departamento Médico, sem condições de atuar mais uma vez.

O zagueiro Thiago Tomais, que jogou improvisado no setor na rodada do final de semana, foi expulso e agora cumpre suspensão automática. Com isso, Makeka – lateral-esquerdo de origem – e o atacante Reginaldo Júnior, que joga como ala, brigam pela titularidade.

Na armação, Nonato, Jocinei e Judson devem voltar a formar o esquema com três jogadores de meio-campo. No ataque, Cesinha retorna a titularidade no lugar que foi de Erhtal contra o Manaus.

Do outro lado, Garré também está confirmado. A única dúvida está no homem que irá jogar mais centralizado. Brigam pela vaga: o camaronês Blaise Loic e Anderson Cavalo. A tendência é que o segundo volta a ser titular.


Paraibaonline