Emanuel Escarião é reeleito presidente do Diretório Municipal da UP na cidade de Patos



Na manhã desse domingo, dia 26, foi realizado o Congresso Municipal da Unidade Popular (UP) da cidade de Patos. O evento ocorreu de forma remota, atendendo a todos os critérios exigidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e contou com dezenas de filiados.

Emanuel Escarião foi reconduzido ao cargo de presidente do Diretório Municipal da UP. Os filiados presentes reconheceram a capacidade, dinamismo, dedicação e zelo aos princípios do partido que tem crescido em todo o Brasil diante dos desafios da esquerda.

O congresso avaliou a conjuntura política na cidade de Patos e aprofundou a necessidade de participação efetiva do povo para mudar o cenário atual, tanto na Câmara Municipal de Patos como na própria Prefeitura Municipal de Patos.

Os filiados se mostraram preocupados com a oligarquia que vem administrando a cidade há anos, no entanto, também viram a necessidade de combater o crescimento da extrema direita. Para tanto, a ideia e foco é fortalecer a organização popular e não abrir mão de buscar melhorias para o povo patoense e, consecutivamente, para o Brasil.

Além de Emanuel Escarião, a executiva da UP/Patos está composta por: Aline Ana Leite, Fernanda Oliveira, Samara Oliveira e Jozivan Antero. Na Comissão de Ética e Disciplina estão Tiago Medeiros, Gerlúzia Vieira e Jossely Oliveira. No Conselho Fiscal estão Antônio Coelho, Wânia Nóbrega e Manoel Pereira.

“A Unidade Popular vem se fortalecendo cada vez mais não só em Patos, mas em todo o Brasil. Surgiu da força do povo, dos trabalhadores, das mulheres, dos negros e da juventude descontente com a situação vivida no país há vários anos. Temos consciência da nossa tarefa em elevar a participação social na política. Agradeço aos companheiros e companheiras pela confiança em estar à frente da UP em Patos”, relatou Emanuel Escarião.


Jozivan Antero – Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.