Em Sousa: MP pede prisão de diretora por fraude



O Ministério Público da cidade de Sousa pediu a prisão da atual diretora da escola estadual da cidade de Marizópolis, a professora e ex-vereadora, Naide Lopes, por irregularidades no trato com a merenda escolar.

De acordo com informações da imprensa sousense, a promotora de justiça ficou indignada quando tomou conhecimento, na semana passada, que os recursos da merenda escolar tinham sido depositados na conta da escola, mas os gêneros alimentícios não tinham sido comprados e para piorar, a conta bancária da escola estava zerada.

A promotora teria pedido a prisão da diretora, porém a Procuradoria Geral do Estado teria solicitado a representante do Ministério Público (MP) abertura de procedimento, para apurar o caso.

Segundo informações, com a constatação de fraudes na prestação de contas da escola, a promotora pediu a exoneração de Naide Lopes. A situação da professora não é boa, mas ainda pode piorar, pois ela nomeou sua cunhada para presidir o conselho financeiro da escola.

Além da escola de Marizópolis, mais dez unidades de ensino estão na lista “negra” do MP, entre elas, uma da cidade de Sousa e outra de Aparecida.

Do Diário do Sertão