Em reunião Dinaldinho teria decidido não apoiar ninguém nas próximas eleições em Patos



O prefeito afastado de Patos, Dinaldo Filho, decidiu que não vai subir em nenhum palanque nestas eleições na cidade. A decisão foi tomada na reunião que aconteceu com filiados do MDB na terça-feira (01).

Segundo uma fonte, foram colocados à mesa diversos assuntos com os pré-candidatos, entre eles, o apoio a alguma chapa majoritária.

Dinaldo comunicara logo de pronto que não havia possibilidade alguma de votar em Ivanes Lacerda (Republicanos) ou Ramonilson Alves (Patriota).

No entanto, os filiados ainda votaram se o partido deveria ou não apoiar alguma candidatura.

Ao final ficou decidido que o MDB não irá se coligar com nenhum partido na majoritária.

Dinaldo havia iniciado conversações com a pré-candidata a prefeita de Patos, Edjane Araújo (PDT), mas estas não evoluíram e o prefeito afastado alegara aos correligionários os motivos.

Na avaliação de alguns aliados, a ausência em algum palanque pode atrapalhar o desempenho da chapa proporcional do MDB, partido comando por Dinaldo que tem 26 pré-candidatos.

Dinaldo havia anunciado apoio a pré-candidatura de Érico Djan para prefeito e ainda indicado sua esposa Mirna Nóia como vice. Com a desistência de Érico, ele ficou sem alternativas e iniciou então conversas com Edjane Araújo.

Especialistas acreditam que ficar neutro não seria a melhor alternativa para Dinaldo que está afastado da política e pode enfraquecer ainda mais após o pleito.

Vicente Conserva – Portal 40 Graus




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.