Em Pombal: Presos aproveitam visita de corregedores do CNJ para fugir da cadeia



"cadeia"

As “boas vindas” aos membros de uma comissão – formada por juízes e promotores, indicados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – para vistoriar a cadeia pública de Pombal (foto) foram com a fuga de dois detentos, que se encontravam no pátio do presídio local, na tarde desta quinta-feira (03).

Conforme informações da polícia militar, Hélio Bezerra de Carvalho, vulgo “Jipin”, que cumpria pena por furto, e Alexsandro Linhares Diniz Sousa, acusado de tráfico, eram o que se denomina de “prestadores de serviços”, que são detentos, considerados de bom comportamento, que são liberados pela direção da cadeia para realizar serviços, fora das celas.

A suspeita é de que eles tenham aproveitado a presença dos membros da comissão para pular o muro.

A PM fez diligências, para tentar recapturá-los, mas ainda não logrou êxito.

MUTIRÃO DO CNJ:

O mutirão está analisando os processos dos cerca de 8,5 mil apenados do sistema carcerário paraibano.

Paralelamente, juízes, promotores, advogados e defensores públicos estão investigando as condições dos presídios e cadeias públicas do Estado.

A força tarefa é resultado de uma parceria entre CNJ, Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), Ministério Público, OAB e Defensoria Pública do Estado.

Liberdade 96 FM