Em Patos: Usuários cadastrados no CEDMEX fazem doação de medicamento



Um gesto de solidariedade se repetiu na 6ª Gerência Regional de Saúde, em Patos. A sensibilidade, empatia ao problema do próximo movem pessoas a doarem medicamentos que deixaram de serví-las, seja por fim de tratamento, seja pela falecimento de alguém da família, que recebia a medicação via CEDMEX – Centro de Dispensação de Medicamentos Excepcionais.

Esta semana uma senhora foi à Gerência dar baixa no cadastro e devolver a medicação que sua mãe, que estava em tratamento renal, faleceu. Nem mesmo nesse momento de profunda dor a impediu de expressar esse gesto, devolvendo a medicação para que outra paciente possa usá-la. “Foi uma atitude nobre da parte dela, que conhece a necessidade das pessoas que precisam da medicação e mostrou sua solidariedade. Que esse exemplo seja seguido por mais pessoas, pois ajuda bastante a quem precisa”, comentou Fernanda Érica, gerente regional de saúde.

O rol de medicamentos de uso contínuo e de alto custo é extenso fornecida pelo SUS, como para transplantados, esclerose múltima, doença de Parkinson, esquisofrenia, asma crônica,  Alzheimer, doença pulmonar crônica, síndromes coronarianas agudas, dentre muitas outras que compõem a lista.

A 6ª Gerência repassa a medicação para pacientes cadastrados dos 24 municípios da jurisdição Patos. Para tal benefício é necessário a apresentação de documentos e laudos médicos, com a devida prescrição. Esse setor, devido à pandemia do coronavírus, funciona todos os dias pela manhã. Porém no período da tarde, caso alguém precise fazer o cadastramento, um funcionário agiliza o processo e repassa para o servidor do setor no dia seguinte.

A medicação via Cedmex está sendo entregue normalmente, através de rodízio de funcionários. O atendimento ao público foi alterado para atender as exigências sanitárias, para evitar aglomerações no interior da 6ª Gerência, respeitando-se a distância mínima e uso de máscara.

Reunião

Ontem (quinta-feira) Fernanda Érica manteve reunião por videoconferência com os coordenadores de Vigilância em Saúde dos municípios da regional Patos para discutir alinhamento de informações em torno do uso do teste rápido para Covid-19. Foi um momento para se tirar dúvidas acerca de como desenvolver ações, fazer o registro, envio de planilhas, toda a parte burocrática que existe por trás da realização desses testes.  

Assessoria

error0
Tweet 20
fb-share-icon20
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com