• Dra Milena
Locais

Em Patos: Proprietário da Lojas Bugary fala sobre suposto crime avaliado em mais de R$ 1 milhão arquitetado por casal que gerenciava a empresa. OUÇA

ÓTICAS GUIMARÃES

A Lojas Bugary, uma empresa com quase 40 anos de atuação no mercado paraibano, enfrenta agora um momento difícil, um suposto crime no valor de 1 Milhão de Reais, que teria sido arquitetado pelo casal de gerentes da loja na cidade de Patos.

O proprietário, o senhor Manoel Bugary, está em Patos apurando os detalhes do crime supostamente milionário, que teria sido descoberto após um cliente procurar diretamente o senhor Manoel e se queixar que havia comprado um produto, pago na loja em Patos e não havia recebido. O cliente apresentou um recibo que não faz parte dos protocolos usados na Lojas Bugary. Neste momento, Manoel Bugary ligou para o gerente e questionou o procedimento e a conduta que não fazia parte da empresa que sempre fez pronta entrega.

De acordo com o proprietário Manoel Bugary, o casal de gerentes vendiam os produtos, mas não emitia notas fiscais, com isso, eles não podiam solicitar novos produtos na matriz, visto que no sistema da empresa não constava a venda. Ao chegar um novo cliente na loja, pagando à vista, a venda era realizada com o prazo de entrega de 15 dias, onde era entregue um recibo e o casal supostamente ficaria com o dinheiro da venda, não passando ao caixa da loja.

Uma segunda loja está sendo investigada por receptação de mercadoria roubada do estoque da Lojas Bugary e por contribuir com o casal que gerenciava a Lojas Bugary.

Manoel Bugary disse que nenhum dos seus clientes serão prejudicados e relatou que nove caminhões de mercadorias já foram entregues e que o caso foi registrado em Boletim de Ocorrência na Delegacia de Roubos e Furtos da cidade de Patos juntamente com vários documentação e vídeos como prova.

Manoel Bugary – Proprietário

Patosonline.com com informações do Polêmica Patos


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo