Em Patos, morador reclama de paralisação em serviços de pavimentação e secretário esclarece que estão faltando pedras de paralelepípedos no comércio



Um cidadão identificado por Edmilson Construtor, conhecido também por Brother, residente na Rua Poeta José Monteiro, Bairro Jatobá, em Patos, enviou à redação do Patosonline.com nesta terça-feira, dia 01, um vídeo pedindo providências ao setor de obras da Prefeitura Municipal de Patos.

Edmilson relatou que as obras de pavimentação em paralelepípedo que estavam em andamento na referida rua estavam paralisadas desde o período anterior ao pleito eleitoral. Ele comentou que após o pleito, os trabalhadores não retornaram e pediu explicações diante do fato. Edmilson também se queixou de uma galeria danificada na mesma rua.

Em contato com Marcone Santos, secretário de Infraestrutura do Município de Patos, a reportagem foi informada que a paralisação de vários serviços de pavimentação em paralelepípedos se deve pela falta de matéria prima em todo o Estado da Paraíba e até em estados vizinhos.

“Todos as empresas de pavimentação de ruas com paralelepípedo estão encontrando dificuldade para compra de pedras. Isso tanto na Paraíba, bem como nos Estados vizinhos. Este é o motivo de estarmos com obras paradas e aguardando a normalização do fornecimento para retomar”, disse Marcone.

Em relação ao problema da galeria danificada, uma equipe da Secretaria de Obras e Serviços Públicos do Município de Patos, logo no início da manhã desta quarta-feira, dia 02, já se encontrava no local para o conserto.

Jozivan Antero – Patosonline.com