• Dra Milena
Politica

Em Patos, Ministro da Cidadania defende manifestações de 7 de setembro e diz: “Republicanos irá marchar ao lado do presidente Bolsonaro”. Ouça

João Roma fez uma crítica a parte da imprensa que vem fazendo uma “leitura equivocada” das manifestações

ÓTICAS GUIMARÃES

O ministro da cidadania, João Roma, esteve em Patos nesta segunda-feira, dia 30, para cumprir agenda, com algumas inaugurações e visitas. Na oportunidade, prestou entrevista ao jornalista Higo de Figueiredo, da Rádio Espinharas, e falou sobre as manifestações marcadas para acontecer em todo o Brasil no próximo dia 7 de setembro.

O ministro defendeu a realização de manifestações que reforçam o civismo e o apoio à democracia e disse que são encontros ordeiros, sem quebra-quebra e sem vandalismo. Segundo ele, vai participar junto com o presidente.

“É muito natural e todos nós temos que comemorar sempre, levantando a bandeira do nosso Brasil. Bolsonaro já deu o seu recado, disse que diferente de outras manifestações, que chegam para depredar, para danificar o patrimônio público, com atentados e violência, as manifestações dos apoiadores do presidente Bolsonaro têm uma característica, levar o verde e amarelo, e fazer manifestações pacíficas e ordeiras, não se vê quebra-quebra, não vê coisas que maltratam e nos decepcionam, cada tem o direito de ter suas opções políticas, ideológicas e partidárias. O Brasil é de todos nós e temos que comemorar as conquistas, sobretudo da nossa liberdade, da nossa democracia”, destacou o ministro.

João Roma fez uma crítica a parte da imprensa que vem fazendo uma “leitura equivocada” das manifestações. Ao contrário do que falam, é um momento para comemorar a democracia e a liberdade do Brasil, não se trata de afronta às leis, segundo ele.

“Lamento uma leitura equivocada que muitos tentam fazer imputando a manifestações que são cívicas, e quererem aliar a disputas melhores, e querem ver isso como afrontas às leis, que não é. São manifestações naturais, o povo tem que ir pra rua, participar do civismo e das conquistas. Isso tem que ser interpretado de maneira natural. Vamos defender isso para que assim o seja”, completou o ministro.

Pela manhã, o ministro esteve ao lado da comissão do grupo Motta, que contou com a participação do prefeito Nabor Wanderley, do deputado Hugo Motta e da ex-prefeita Francisca Motta, além de vereadores da base e secretários do governo municipal. O ministro foi recepcionado pelo grupo político ainda no aeroporto de Patos e seguiu para o Jatobá, onde inaugurou um novo equipamento de assistência social.

Ouça a entrevista produzida pelo jornalista Higo de Figueiredo da Rádio Espinharas FM, onde o ministro faz o comentário:

Patosonline.com

Áudio – Rádio Espinharas FM, 97,9


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo