Gerais

Em Patos, mãe se emociona em ato pela permanência dos programas de saúde mental do SUS – Veja vídeo!

Na manhã desta segunda-feira, dia 14, no Centro de Patos, aconteceu ato público em defesa dos programas de saúde mental que são mantidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A atividade foi convocada por cidadãos diante das ameaças do Governo Federal de revogar quase cem portarias que regulamentam os serviços aos usuários.

Ato em defesa do SUS e da saúde mental

As intenções do Governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) são de desmontar a Rede de Atenção Psicossocial que ganhou força em 2.011, a partir da criação de vários programas, entre os quais os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), que agregou diversos profissionais para dar opções aos usuários do SUS com problemas de ordem psicológicas diversas.

José Gonçalves

Após a sociedade tomar conhecimento da possiblidade de extinção de todo programa de saúde mental, milhares de usuários começaram uma mobilização para barrar o Ministro da Saúde e o próprio presidente. Além de atos públicos, cidadãos, entidades de classe, médicos, assistentes sociais, psicólogos e outros profissionais fizeram pressão em redes sociais e com os representantes políticos.

ACSs Verinha e Germana

O ato desta segunda-feira, em Patos, contou com a presença de Jossely Oliveira, presidente da Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Patos e Região (ASPPA). Jossely cobrou atenção da sociedade para o grave momento vivido no Brasil diante da pandemia e do aumento de problemas de saúde mental ocasionados pelo cenário. A presidente disse que os CAPS estão passando muitas dificuldades e carecem de mais atenção das autoridades, porém, o Governo Federal quer deixar a saúde ainda pior do que já está. Jossely se emocionou ao falar do momento vivido pelos usuários e suas famílias.

Suzana Nascimento

O vereador eleito José Gonçalves (PT) esteve presente e denunciou o desmonte do Sistema Único de Saúde. Ele relatou que Bolsononaro está deixando o Brasil ainda pior e que não apresenta solução alguma para os problemas, pois promove sucateamento dos serviços públicos e desencadeia uma série de ataques para privatizar as riquezas do país. José Gonçalves se colocou à disposição para contribuir com as lutas sociais.

Também estiveram presentes ao ato as Agentes Comunitárias de Saúde Germana e Verinha, a mãe de criança especial Suzana Oliveira, a assistente social Flávia Cristina e outros cidadãos.


Jozivan Antero – Patosonline.com


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo