Em Patos, família de sapateiro que sobrevive com apenas R$ 41,00 faz campanha para conseguir recursos de cirurgia ocular



O sapateiro desempregado Marconildo Fernandes, de 58 anos, mais conhecido por Dudê, residente na Rua Zózimo Gurgel, no Conjunto Bivar Olinto, em Patos, vem enfrentando uma situação bastante difícil diante de problemas de saúde e de vulnerabilidade social.

A esposa de Dudê, Maria do Nascimento Ferreira, de 49 anos, está desempregada. Ela trabalhava como cuidadora nas escolas da Prefeitura Municipal de Patos, mas os profissionais foram dispensados e a situação ficou ainda mais grave ainda. O casal tem uma filha de 12 anos.

Dudê sempre foi um grande sapateiro reconhecido pela sua capacidade como artesão. Após as dificuldades das sapatarias e o problema de saúde em decorrência da visão em que perdeu 90% da visão, Dudê e a sua sobrevivem com a renda de R$ 41,00 do Bolsa Família que teve uma redução drástica por parte do Governo Federal. Atualmente, a família está dependendo das doações de amigos, vizinhos e familiares.

A família agora busca recursos para sobrevivência com dignidade e para realização de exames que são necessários caso se consiga dinheiro para cirurgia ocular de Dudê. O sapateiro tem diabetes e toma medicamentos diários para o controle da doença.

Os amigos e familiares estão realizando rifas e buscam ajuda da sociedade para realizar os exames e a cirurgia que vai custar em média R$ 8.000,00. A reportagem levou o caso ao conhecimento da Secretaria de Saúde do Município de Patos para que possam ver de que maneira se pode ajudar.  

Através do telefone (83) 9 9134 7186, que é da própria esposa de Dudê, todas as informações podem ser obtidas e as ajudas são bem vindas.

A conta poupança em nome de Maria do Nascimento está aberta para receber ajudas: Caixa Econômica Federal. Agência 043. Operação 013. Conta Poupança 00117230-8.

Ouça o relato de Maria do Nascimento e da vizinha do casal:


Jozivan Antero – Patosonline.com