Em Patos, empresa terceirizada pelo Governo do Estado deixa trabalhadores da educação sem receber salários desde novembro



Trabalhadores que prestam serviços de forma terceirizada para a Secretaria de Educação do Estado da Paraíba estão denunciando que a empresa contratada não vem pagando os salários e nem pagou a proporcionalidade do décimo terceiro salário no mês de dezembro de 2.020.

Os trabalhadores prestam serviços em dezenas de escolas no sertão da Paraíba e foram contratados pela Empresa Saile, que por sua vez foi contratada pelo Governo do Estado. De acordo com os trabalhadores, apenas no sertão vem acontecendo tal fato, pois a empresa terceirizada no litoral já efetuou os pagamentos.

“Estamos passando dificuldades e nem podemos reclamar com medo de sermos perseguidos com demissão. A gente está pedindo ajuda para ver se a empresa paga. Aqui ninguém dá satisfação e não temos a quem recorrer”, relatou um trabalhador que pediu para não ser identificado.

A reportagem tentou falar com algum responsável da empresa Saile através do telefone (83) 3400 0006, mas não conseguiu. Em contato com a 6ª Gerencia Regional de Educação, com sede em Patos, a informação é de que a empresa terceirizada está solucionando o problema, mas não se especifica data.


Jozivan Antero – Patosonline.com