DestaqueLocais

Em Patos, costureira que começou a fazer máscaras de tecido para familiares e os vizinhos se surpreende com a procura

A costureira Maria das Dores Gomes, que reside na Rua Professora Lourdes Vieira, Bairro Jatobá, em Patos, começou a confeccionar máscaras de tecido por pedido da sua filha Perla Alves. Dores Gomes, como é mais conhecida, fez as primeiras para a própria família e depois para os vizinhos.

Perla, que é Engenheira Florestal, fez uma pesquisa para ver os modelos de máscaras de tecido sustentável para proteção em decorrência da pandemia do coronavírus (COVID – 19). A engenheira mostrou para a mãe o modelo e em pouco tempo a primeira máscara ficou pronta. Dores fez uma, duas, três…dez …e não parou mais, pois os pedidos vieram de diversas localidades da cidade de Patos e até de outras regiões.

A máscara é confeccionada em algodão e sustentável. A fabricação é feita de forma artesanal, não atende grandes quantidades de pedidos e tem nos tamanhos pequena, média e grande com diversas cores. “Vi a comercialização da máscara industrial em falta. Vi o exemplo de outros países em que funcionou a máscara sustentável. Uma máscara que você faz de tecido 100% algodão e que vai prevenindo a questão do vírus e também vai proteger a questão ambiental. É uma coisa que você vai reutilizar…surgiu a ideia de fazer para casa e depois para os vizinhos…algumas pessoas gostaram e começamos a comercializar ao preço de R$ 5,00. Minha amiga Aline Valéria colocou na internet e muita gente começou a procurar. Mandei o molde para muitas pessoas e espero que confeccionem em preço justo…”, relatou Perla.

A quantidade feita é pouca diante da produção artesanal, mas os pedidos podem ser feitos pelo número WhatsApp (83) 9 9902 2181.

OUÇA entrevista com Perla Alves:


Jozivan Antero – Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close