Em Patos: Após assalto polícia age e prende acusados



A Polícia Militar agiu rápida e graças à atitude de uma pessoa não identificada que efetuou uma ligação anônima para o COPOM denunciando um assalto que teria acontecido ao Posto Redenção do Vale na saída para Piancó, dois suspeitos foram presos em flagrante.

Segundo o frentista do Posto, que preferiu não ser identificado, por volta das 05h:30m desta terça-feira (06) quando estava fechando o caixa, o elemento já identificado por ele conhecido por, Bruno Vieira Medeiros, apelidado de Paulo júnior, 22 anos, ex-presidiário, teria invadido o escritório e de arma em punho anunciado o assalto.

Ele disse que o dinheiro já estava sendo contado para fechar o caixa e com medo não reagiu. Entregou o montante ao meliante que após consumar o assalto evadiu-se do local sentido Rua Janúncio Nóbrega. A testemunha ao perceber que se tratava de um assalto observou a rota de fuga dos meliantes. Na ligação, a pessoa disse que eles haviam entrado no prédio que fica em cima do mercadinho Medeiros no bairro da Liberdade.

"Paulo

Imediatamente três viaturas cercaram o prédio e os policiais começaram a averiguar todos os apartamentos com a permissão dos moradores. Apenas um permaneceu com a porta fechada. Depois de muito bater na porta do apartamento que fica no segundo andar do prédio, uma pessoa resolveu abri-lo e quando os policias entraram perceberam as suspeitas e começaram a desconfiar. Um dos acusados permaneceu na cama fingindo dormir. Um policial foi até o quintal do AP e ao abrir uma máquina de lavar roupas encontrou um revólver calibre 38 com 03 (três) munições intactas enrolado numa toca.

Foi dada voz de prisão a dupla e um deles confessou o assalto. No apartamento a polícia encontrou o dinheiro roubado do posto de gasolina. Pouco mais de R$ 500,00 (quinhentos reais) em cédulas e moedas foram subtraídos do frentista.

Os dois acusados juntamente com a arma e o dinheiro subtraído do posto foram conduzidos a DP. A mãe de Bruno Vieira que inclusive é tia de José Alves, também foi conduzida a delegacia e as suspeitas apontam a cumplicidade dela no crime.

"acusados

Texto e foto – Mário Frade -Portalaptos