Locais

Em Patos: Agentes de Combate às Endemias analisam resultados e planejam estratégias de trabalho para 2023

ÓTICAS GUIMARÃES

Na manhã desta segunda-feira (16) a Secretaria Municipal de Saúde de Patos-PB, através da Vigilância Ambiental, reuniu os agentes de combate às endemias no auditório do CEREST, localizado no bairro Santo Antônio.

De acordo com o coordenador da Vigilância Ambiental Municipal de Patos-PB e dos agentes de endemias, José Júnior de Medeiros, o encontro teve como objetivo apresentar os resultados obtidos em 2022 e também a programação de trabalho para 2023.

Na oportunidade também foi discutido o início dos trabalhos para o primeiro Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti (LIRAa) de 2023, que começa a ser executado a partir desta terça-feira (17), conforme ressaltou De Medeiros.

“O LIRAa é aquela carta norteadora onde a gente, de acordo com o resultado, vai traçar uma metodologia de combate, e ao mesmo tempo mostrar a importância do agente de endemias no contexto da saúde do município de Patos”, comentou.

Para o levantamento deste primeiro LIRAa de 2023, o coordenador De Medeiros contou que a Vigilância Ambiental vai realizar visitas domiciliares com orientações à população, identificar e combater possíveis focos do Aedes. Com base nos dados levantados, será montada a estratégia de combate, sobretudo nas áreas da cidade com maiores índices de infestação pelo mosquito.

Neste início de ano, para evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti as recomendações são para eliminar os recipientes com água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, galões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo os recipientes pequenos como tampas de garrafas.

De Medeiros – Coordenador da Vigilância Ambiental Municipal e dos agentes de endemias

Por Coordecom


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo