Em Patos: Acusados de roubo são perseguidos por vítima pelas ruas do Belo Horizonte e presos



Dois homens foram presos na noite deste domingo, 05, no Bairro Belo Horizonte, em Patos. Fabrício Galdino Oliveira, 25 anos, e Josinaldo Fonseca Araújo, 26 anos, foram presos após serem perseguidos por uma das vítimas do roubo de aparelho celular.

Tudo começou na rua Assis Chateaubriand, por trás do Cemitério São Miguel, quando a dupla, em motocicleta, chegou e anunciou o roubo às vítimas que estavam na calçada. Fabrício saiu recolhendo os celulares das vítimas e ao chegar em uma mulher que recusou a entrega, ele ameaçou atirar contra ela. O marido da vítima, Fábio Ramos, partiu para cima do acusado e pediu pra negociar.

Ele explicou que logo em seguida, a dupla saiu correndo na moto e ele saiu em perseguição pelas ruas do bairro. Fábio disse que ainda conseguiu chutar no garupa, momento em que ele ameaçou atirar e ele resolveu se distanciar.

"Quando chegou na principal, o semáforo fechado, um pulou da moto e levou zebra porque eu vi a viatura, pedi ajuda, os policiais foram muito ágeis e quando eu voltei derrubei o da moto e segurei ele enquanto os policiais chegaram, e seguraram ele; aí saí com o Major na minha moto em busca do outro e conseguimos pegar e deu certo, graças a Deus", relatou a vítima.

Apesar de ter se arriscado, Fábio não aconselha ninguém a fazer o que ele fez, pois, ele não tinha percebido que a dupla não estava armada, apenas ameaçava fazendo o gesto por baixo da roupa.

O piloto da motocicleta, Josinaldo Fonseca, foi preso na Rua Horácio Nóbrega, em frente ao Frigotil, enquanto que seu comparsa, Fabrício Galdino, foi preso na Rua Panati. Ele responde por porte ilegal de arma de fogo em Malta.

A dupla foi conduzida para a Delegacia de Polícia Civil juntamente com os aparelhos celulares recuperados.

 

 

 

Fonte / Acilene Candeia – Patosverdade.com