Em Cajazeiras: Celebrações religiosas estão proibidas entre os dias 18 a 28 de fevereiro. Diocese se manifesta



A Diocese de Cajazeiras emitiu uma nota nesta sexta-feira (19), referente ao um trecho do decreto de nº 013/2021 da prefeitura de Cajazeiras, no Sertão paraibano, que trata sobre a proibição de celebrações religiosas entre os dias 18 a 28 de fevereiro, que por esse período determinou que as atividades religiosas podem ser feitas apenas por videoconferência, pelo rádio ou pela TV.

De acordo com a nota, não houve se quer fiscalização, comprovação e notificação de possíveis violações das medidas de sanitárias realizadas nas paróquias da região. “Buscamos seguir as diretrizes com redução de 30% de ocupação dos espaços durantes atos litúrgicos, uso obrigatório de máscaras, a higienização com álcool em gel 70% e cuidadosa limpeza e desinfecção dos ambientes, além da multiplicação dos horário de celebração”, foi escrito no documento.

Ainda de acordo com a nota, assina pelo Bispo Dom Francisco Sales, a Diocese já havia liberado, por meio de uma carta aos sacerdotes, que os administradores ou párocos poderiam decidir em realizar ou não as celebrações de forma presencial dependendo da situação pandêmica de cada município.

A Diocese também informou que irá adotar as medidas do novo decreto e que vai suspender temporariamente as celebrações presenciais na cidade de Cajazeiras, mas as igrejas permaneceram abertas durante o dia para oração pessoas dos fieis.

Confira a nota na íntegra: Carta cajazeiras