Em busca do título Mundial, Palmeiras estreia contra o Tigres

© Reprodução Twitter/SE Palmeiras



O campeão da Copa Libertadores da América de 2020 estreia no Mundial de Clubes neste domingo (7). O adversário do Palmeiras nesta semifinal será o Tigres, do México, atual campeão da Concacaf, que reúne equipes das Américas do Norte e Central, além da região do Caribe. O confronto está marcado para acontecer às 15h (horário de Brasília) no estádio Cidade da Educação, em Doha (Catar).

O time alviverde busca o título inédito para o clube, apesar de os palmeirenses discordarem deste ineditismo. Isso porque o Verdão foi campeão em 1951 da Copa Rio, competição que envolvia equipes da elite do futebol mundial da época, como Juventus (Itália), Sporting (Portugal), Nice (França), Áustria Viena (Áustria), Nacional (Uruguai) e Estrela Vermelha (Sérvia). Entretanto, a Fifa, entidade máxima do futebol, não reconhece a conquista de 1951 como um título equivalente ao do Mundial de Clubes.

Em 1999, o Palmeiras chegou perto de conquistar o mundo, quando disputou a final contra o Manchester United. Na ocasião, a equipe paulista perdeu de 1 a 0 para os ingleses, em jogo que ficou marcado por uma falha de um dos ídolos do clube, o goleiro Marcos. O irlandês Roy Keane marcou o único gol da partida, que foi disputada em Tóquio (Japão). Brasileiros e ingleses decidiram o título após terem sido campões da Libertadores e Liga dos Campeões daquela temporada. Diferente da Copa Rio, as disputas Intercontinentais anteriores à criação do Mundial de Clubes organizado pela Fifa foram reconhecidos como mundiais.

Em uma temporada (em 2020) que o esporte passou por muita dificuldade devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), o Alviverde conseguiu superar os obstáculos que se apresentaram. Além de campeão da Libertadores, venceu o Campeonato Paulista e está na final da Copa do Brasil contra o Grêmio, que será decidida em dois confrontos (em 28 de fevereiro e 7 de março). Em relação ao Brasileirão, o time paulista não tem mais chances título e ocupa a sexta colocação.

Primeiro Mundial

Já o Tigres debuta em uma edição do Mundial de Clubes organizado pela Fifa. O clube tem a esperança de conquistar um feito inédito pelo país. Desde 2000, em 16 edições, 15 equipes mexicanas concorreram no Mundial administrado pela entidade máxima do futebol. Porém, o México nunca teve um representante na final. Nesta atual edição, será a nona vez que um clube mexicano vai encarar as semifinais da competição.

Em seu primeiro compromisso no Mundial, os mexicanos derrotaram o Ulsan Hyundai (Coreia do Sul), campeão da Liga dos Campeões da Ásia, por 2 a 1 no estádio Al Rayyan, na cidade de Al Rayyan (Catar). O vencedor de Palmeiras e Tigres vai encarar quem levar a melhor na outra semifinal, que será disputada entre o campeão da Liga dos Campeões da Europa, o Bayern de Munique (Alemanha), e o campeão da Liga dos Campeões Africana, Al Ahly (Egito). Alemães e egípcios se enfrentarão na próxima segunda (8) às 15h, no Al Rayyan.

Disputa pelo 5º lugar

Ulsan Hyundai e Al Duhail, atual campeão do Catar (país-sede do evento), duelarão em busca da 5ª colocação. O jogo será disputado às 12h, no Al Rayyan. O Al Duhail vai encarar os sul-coreanos após ter sido derrotado nas quartas de final para o Al Ahly, por 1 a 0, na Cidade da Educação.


Agência Brasil