Efraim Morais se defende de denúncia de contratação de “funcionários fantasmas”



O senador Efraim Morais (DEM-PB) ocupa a tribuna neste momento para se defender das acusações feitas pela revista Veja publicada no último fim de semana. De acordo com a revista, o senador teria contratado 52 "funcionários fantasmas",que prestariam serviços políticos na Paraíba mas integrariam a estrutura do Senado.


Efraim fez questão de dizer que todos os funcionários que contratou "são homens e mulheres idôneos, sérios e trabalhadores". E disse que todos têm endereço fixo e telefone de contato, de tal forma que não seriam fantasmas. Ele também lembrou que um ato da Mesa datado de 6 de março de 1997 autoriza aos senadores contratar assessores e colocá-los para trabalhar onde for melhor para o exercício do mandato.


Mais informações em breve


Agência Senado