Educação municipal decide que reposição de aulas será de forma presencial após pandemia ser controlada



O prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda, e a Secretária de Educação, Socorro Chaves, participaram, juntamente com o Conselho Municipal de Educação, na última quarta-feira, dia 06 de Maio, de uma vídeo conferência em reunião ordinária.

A reunião contou com a participação dos membros do referido Conselho, como também de representantes do setor pedagógico. Na ocasião foram discutidas a atual situação do ano letivo provocada pela pandemia do COVID-19 e a suspensão das aulas da Rede Municipal de Ensino.

Durante a reunião foi discutida a proposta de implantação de aulas remotas, entretanto, observou-se que a grande maioria dos alunos da rede municipal não possuem computador ou celular, além da falta de acesso à internet. Os membros da educação municipal presentes na reunião observou que a realidade foi vista como sendo os principais empecilhos para realização desse tipo de ensino. Outro ponto discutido foi a limitação da condição dos pais para acompanhar as atividades, visto que muitos não são alfabetizados.

“Além te todos estes pontos já mencionados, observamos também que seria necessária uma formação para os docentes, pois a produção de vídeo aulas requer domínio da ferramenta, cuidado, planejamento e estratégias próprias para a aplicabilidade das ações”, explicou a Secretária Socorro Chaves.

Socorro ainda adiantou que considerando que a oferta de ensino tem que atender a todos os alunos e que o processo ensino-aprendizagem visa incluir e não excluir os menos favorecidos, o Conselho Municipal de Educação, juntamente com o prefeito interino de Patos, a secretaria de educação e a coordenação pedagógica decidiu que o município não irá aderir às aulas remotas.

Durante a reunião, ficou decidido que quando a situação epidemiológica for controlada a reposição de aulas será de forma presencial para que todos sejam bem assistidos.  

Ressalta-se ainda que já foram discutidas três propostas de calendário letivo, mas que esse retorno só será feito em total segurança, pois o município atende atualmente a um público de quase dez mil alunos, desde educação infantil até a Educação de Jovens e Adultos, e que será tomado todo cuidado ao retorno das aulas presenciais, com o uso da máscara e toda higienização nas unidades de ensino, pois, a prioridade no momento é a vida e a segurança de todos os habitantes da cidade de Patos.

Coordecom