• Dra Milena
Gerais

Economista Roberta Trindade cita importância do empreendedorismo feminino para geração renda e liberdade financeira. Ouça

Roberta ressaltou que antes de tudo é preciso que as mulheres entendam que o empreendedorismo surge quando se quer gerar renda.

ÓTICAS GUIMARÃES

A economista Roberta Trindade, bastante conceituada na cidade de Patos, no Sertão da Paraíba, falou esta semana sobre o tema do Empreendedorismo Feminino e a importância disso para a liberdade financeira das mulheres.

Roberta ressaltou que antes de tudo é preciso que as mulheres entendam que o empreendedorismo surge quando se quer gerar renda.

Nesse contexto, ela coloca que muitas pessoas, sejam de condições boas ou não, estão buscando o empreendedorismo como fonte de renda ou mesmo de complemento de renda familiar.

No tocante às mulheres, especificamente, principalmente aquelas que não são independentes e vivem muitas vezes em relacionamentos abusivos, a possibilidade do empreendedorismo vem para possibilitar a liberdade financeira, bem como quebrar o processo de dominação dos companheiros.

“Desta forma, o empreendedorismo é uma saída para formar renda, para que a pessoa possa se tornar mais independente, e consequentemente se livre um pouco mais dessa dominação”, pontuou a economista.

Ela também coloca que muitas vezes este processo de emancipação não é algo fácil, mas indica que a mulher que deseja empreender deve pensar primeiramente numa habilidade que ela tem, e que possa usar isso para fazer renda.

Também recomenda que a mulher continue se capacitando a fim de ganhar conhecimento em gestão, organização financeira, de modo que sua atuação seja qualificada.

Roberta Trindade – Economista

Matéria por Patosonline.com
Áudio de Wânia Nóbgrega / Rádio Espinharas FM


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo