Duplo Homicídio: Mulher ex-presidiária e mãe dela naturais de Olho D'Água são mortas em Piancó



Mãe e filha foram assassinadas na cidade de Piancó, no Sertão paraibano, na noite do domingo (6). De acordo com a Polícia Civil, a principal hipótese é de que a mãe foi morta por engano, pois o alvo dos atiradores seria a filha dela, a agricultora Maria de Lurdes Domingos de Sales, de 27 anos.

A delegacia da cidade informou que a jovem já havia sido presa duas vezes por envolvimento nas mortes de dois maridos, um no município de Olho D’Água e outro em Piancó. Ela era acusada de matar para roubar os companheiros.

A Polícia Civil investiga se Maria de Lurdes foi vítima de um plano de vingança. Ela cumpria pena em liberdade há cerca de 90 dias, depois de passar um tempo detida no Presídio Feminino de Patos, também no Sertão.

Conforme o relatório registrado pelo 13º Batalhão da Polícia Militar, o duplo homicídio de mãe e filha aconteceu às 19h na Rua Pedro Ângelo, localizada no Bairro da Cadeia. Dois homens em uma motocicleta teriam parado na frente da casa das agricultoras.

A mãe, Francisca de Lurdes de Jesus Sales, de 55 anos, foi a primeira baleada. Para os investigadores da Polícia Civil, ela foi atingida por engano devido à semelhança física com a filha. Já Maria de Lurdes foi executada logo que saiu de casa para socorrer a mãe. As duas morreram no local.

Apesar do histórico de Maria de Lurdes e das hipóteses de motivação, a Polícia Militar fez buscas na cidade, mas não prendeu nenhum suspeito de envolvimento no duplo homicídio.

 

 

Do G1 PB