• Dra Milena
Politica

Duplicação da BR-230 é eleita prioridade nas emendas de bancada

A definição foi tomada em reunião dos senadores e deputados federais com o governador João Azevêdo (Cidadania), prefeitos e representantes de entidades federais.

ÓTICAS GUIMARÃES

O coordenador da bancada federal da Paraíba no Congresso Nacional, deputado Efraim Filho (União Brasil), em entrevista à CBN João Pessoa nesta quinta-feira (11), afirmou que as emendas de bancada ao Orçamento da União 2022 estarão centradas em quatros eixos: saúde, segurança hídrica, infraestrutura e mobilidade urbana.

A definição foi tomada em reunião dos senadores e deputados federais com o governador João Azevêdo (Cidadania), prefeitos e representantes de entidades federais. O encontro ocorreu ontem (10), em Brasília, com ausências percebidas como a do senador Veneziano (MDB).

Os parlamentares federais da Paraíba têm R$ 240 milhões em emendas de bancada na LOA 2022, sendo, R$ 16 milhões para cada. A metade desses recursos (R$ 120 milhões) tem rubrica obrigatória para a área da Saúde. A bancada paraibana deve atender o pedido do governador para destinar recursos à manutenção das UTIs que foram abertas na Paraíba para o tratamento da Covid-19 e serão redistribuídas aos hospitais do estado.

“Durante o período de pandemia, tivemos que abrir um número muito grande de leitos de UTI e com a redução do número de casos, é importante que esse serviço continue funcionando, ampliando para hospitais que não disponibilizam desse tipo de atendimento e para que isso aconteça nós solicitamos à bancada que destine emendas para assegurar a manutenção e preservação das UTIs, considerando que toda parte de equipamento, como ventiladores, respiradores, bombas de infusão e cama já existem”, explicou o governador.

Infraestrutura

Da outra metade do recurso (R$ 120 milhões), ficou acertado que a maior parte deles será destinado para uma única obra: a duplicação da BR-230, de Campina Grande a Praça do Meio do Mundo (encontro da BR-412 com a BR-230), entre Campina Grande, Boa Vista e Pocinhos.Veja também  STF invalida lei da Paraíba que proíbe suspensão de plano de saúde na pandemia

Para esta obra serão necessários destinar da bancada R$ 40 milhões, o que representa 10% do valor total da obra que é de R$ 400 milhões para realizar a duplicação nesse trecho.

Ainda na área de infraestrutura, Efraim Filho disse que também há previsão de verba para o Hospital Universitário de João Pessoa, para que seja realizada obras de melhorias na fachada do prédio, que está com problemas estruturais.

Também deverá ser atendida a demanda do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), com recursos para obras de infraestrutura no mercado e praça central do município.

Mobilidade

Na lista, tem, ainda, pedido da prefeitura de João Pessoa, representada pelo vice-prefeito Léo Bezerra (Cidadania), para investimentos em calçamento e asfaltamento de ruas na capital, com foco na modalidade nos centros urbanos e em bairros ainda com ruas de barro.

Segurança Hídrica

A quarta área que terá atenção especial, segundo Efraim Filho, é a questão da segurança hídrica, principalmente na região do Brejo “que não sofria com problemas de abastecimento, mas está à beira de um colapso”.

O governador solicitou, e deve ser atendido, com verba das emendas para garantir a segurança hídrica no Brejo paraibano. “Nós estamos pleiteando recursos para construção de uma adutora que sairá de Campina Grande, passando por Remígio, Arara, Casserengue, Solânea e Bananeiras, uma obra extremamente necessária para o estado”, frisou.

Fonte: Jornal da Paraíba


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo