ColunistasLuiz Gonzaga Lima de Morais

Dr. Ramonilson deve decidir em breve por que partido concorrerá as eleições do ano que vem – (Luiz Gonzaga Lima de Morais)

ÓTICAS GUIMARÃES

Em contado com a imprensa local , o Dr. Ramonilson Alves confirmou que recebeu convite para se filiar ao Partido Liberal (PL), dirigido na Paraíba pelo deputado federal Wellington Roberto. O convite foi feito por intermédio do deputado estadual Caio Roberto, filho de Wellington.

Dr. Ramonilson informou que deverá decidir em breve por qual partido disputará as próximas eleições.

Segundo entendem alguns analistas da política local, a filiação de Dr. Ramonilson ao Patriota, seu partido atual, lhe trará mais prejuízos do que vantagens, pela companhia de alguns segmentos da extrema direita, vinculados ao vereador Josmá Oliveira, que por sinal já se lançou pré-candidato a deputado estadual, contando com apoio de grupos de extrema direita de vários municípios da região.

A presença de Dr. Ramonilson numa melancólica mobilização, feita no último final de semana, por partidários de Bolsonaro em Patos, foi, para alguns observadores da política local, uma demonstração do esvaziamento que poderá sofrer uma possível candidatura sua se permanecer no Patriota. Sua participação, no frustrado ato, foi uma demonstração de coerência ao partido que o acolheu como pretendente à Prefeitura de Patos em 2020, mas terminou como uma amostra de que tal partido não tem muito a lhe oferecer em termos de votos em Patos.

A nível nacional o Patriota vem rejeitando a filiação de Bolsonaro ao partido, mas ainda há importantes segmentos do partidos fieis ao presidente Bolsonaro e o partido é agasalho de importantes contingentes de lideranças da extrema direita, o que o torna tóxico para a democracia.

Se o Dr. Ramonilson largar o Patriota e se filiar a um partido menos extremista, certamente, tornará muita mais fácil o seu pleito de se tornar deputado estadual. A sua filiação no Patriota que não o prejudicou muito na sua campanha a prefeito, certamente será prejudicial pelo equilíbrio e independência que se espera dele na Assembleia Legislativa.

Além do mais, no caso de sua definição pelo PL, ele terá um partido com estrutura partidária mais sólida, inclusive com um deputado federal na presidência, com capacidade de investir bem os recursos do fundo eleitoral na campanha e ajudar os candidatos a deputado estadual do partido. Para isso o PL tem uma parcela do Fundo Eleitoral três vezes maior do que o Patriota.

Resta, aos que torcem pela sua candidatura, esperar uma definição sensata do pré-candidato ao partido pelo qual disputará as eleições de deputado estadual em 2022.

(Luiz Gonzaga Lima de Morais)

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios