Dr. Eliseu nega que tenha discutido aliança com Verissinho, e diz que não precisa de Poliana



"Dr.eliseu"

Os últimos assuntos da política de Pombal foram abordados pelo médico Eliseu Fragoso (foto) – novo filiado do PSB local, junto com o vereador Rogério Martins,- que concedeu entrevista ao programa “Liberdade Notícias”, desta segunda-feira (10).

Sobre a mudança de legenda, ele elencou dois fatores motivadores: a insegurança no PTB – seu ex-partido – e o ‘irrecusável’ convite dos dirigentes do PSB estadual, legenda comandada pelo atual governador Ricardo Coutinho.
 
“Seria uma contradição eu recusar um convite do próprio governador, para o qual eu presto serviço”, avaliou.
 
Questionado sobre o relacionamento do “Grupo Fragoso” com a atual administração municipal, Eliseu declarou que é de ‘independência’.
 
“Nós não precisamos de prefeitura e de empregos públicos”, disse, acrescentando que o “único compromisso com a prefeita Polyana Feitosa é com a reabertura do hospital Sinhá Carneiro”.
 
Ele defendeu, porém, que a reabertura do ‘Sinhá’ seja sem interesses político, enfatizando o papel filantrópico da unidade.
 
OPOSIÇÃO:
Um outro tema abordado pelo médico foi o dos boatos, veiculados na cidade, de uma possível aproximação dos integrantes do grupo com o ex-prefeito Verissinho (PMDB), o que foi negado por Eliseu.
 
“Nunca houve esse diálogo. Nunca houve nem convite. E seria sincero se tivesse havido”, afirmou.
 
Ele informou que os únicos encontros seus com a presença do ex-prefeito foram para discutir o assunto do hospital “Sinhá Carneiro”.
 
JANDUY:


Eliseu ainda comentou o rompimento político do deputado estadual Janduy Carneiro (PPS), com o governador Ricardo Coutinho.
 
Na sua avaliação, faltou diálogo entre as partes.
 
“É lamentável, porque ele [Janduy] foi eleito pela base do governo e ainda estamos em início de mandato”, disse.
 
Ainda segundo Eliseu, a decisão de Janduy foi um ponto negativo para ele.
 
“Ele pode até dá a volta por cima, mas neste momento não foi uma boa decisão”, concluiu.