Dom Eraldo emite Nota e diz que Diocese não defende que a igreja católica seja um serviço essencial nesse momento – Confira.



O bispo diocesano da cidade de Patos PB emitiu uma Nota às Câmaras de Vereadores do território da Diocese Regional de Patos, onde o mesmo comenta sobre alguns projetos de lei que estão tramitando para reconhecer as igrejas católicas como serviços essenciais diante das restrições estaduais de controle da pandemia.

Dom Eraldo expressa total respeito pelas opiniões dessas câmaras que defendem essa ideia, mas deixa claro que o momento atual não permite que a igreja católica seja favorecida em particular, sob o argumento de obter destaque sobre outros estabelecimentos ou instituições.

“Não é hora de lutar em defesa de interesses de grupos, de pessoas ou instituições, ainda que mereçam tais reconhecimentos. A prudência e o compromisso com a coletividade, nos inspira atenção e especial cuidado com a vida”, disse Dom Eraldo em determinado trecho da Nota.

E por último, deixou claro que não é um pedido da Diocese de Patos nesse momento, para ser reconhecida como atividade essencial.

Confira Nota completa:

Por Patosonline.com