Dom Aldo suspende Luiz Couto de atuar como sacerdote



O arcebispo católico de João Pessoa, Dom Aldo Pagotto, suspendeu o padre deputado Luiz Couto de celebrar missas e outros ofícios próprios do sacerdócio. A decisão foi anunciada no começo da tarde desta quarta-feira (25) através de nota da Pastoral da Comunicação (Pascom).


Segundo a nota, Luiz Couto foi suspenso por declarar ao jornal O Norte, da Capital, que era contra o celibato, contra discriminar homossexuais e a favor do uso da camisinha nas relações sexuais. As declarações do padre deputado foram feitas, na verdade, ao Portal Congresso em Foco e publicadas no dia 14 deste mês.


Procurador para falar sobre a punição que lhe foi aplicada pelo arcebispo, Luiz Couto não foi localizado, mas sua Assessoria de Imprensa admitiu que ele se pronunciaria tão logo tomasse conhecimento da nota divulgada pela Arquidiocese.