Mulher divulga imagem de filhas dormindo no chão, e acusa empresa de ônibus de mau atendimento



A passageira Suelen Gomes de Araújo, residente da cidade de São Bento-PB, entrou em contato com a produção do Patosonline.com para reclamar de mal atendimento na prestação de serviço por parte da empresa Guanabara, em fato ocorrido nesta segunda-feira, 23.

De acordo com Suelen, o problema aconteceu após ela viajar para fazer dois concursos nas cidades de João Pessoa e Recife, e tentar retornar para o sertão do estado juntamente com o seu esposo e as três filhas do casal.

Segundo a passageira, em função da redução do número de veículos em circulação, ela sairia às 12h30min horário que não existia no cronograma da empresa, e foi relocado para às 16h, com aumento injustificado no preço das passagens, por conta da diferença de horário.  

 “Ficamos eu, meu esposo e nossas três filhas de 4, 7 e 11 anos, na rodoviária de João Pessoa, sem ter nada aberto para comermos. O veículo parou na plataforma de desembarque, sendo que nós estávamos na plataforma de embarque intermunicipal, o local correto para seguir viagem”, conta a passageira.

Ainda segundo Suelen, a família teve que esperar até às 9h30 da noite, quando embarcou de João Pessoa com destino a Pombal, mas foi obrigada a descer em Patos por volta das 2h30 da madrugada, pagando uma multa de R$ 200,00 para embarcar em horários diferenciados, além de R$ 60,00 de uma pousada na cidade de Patos e R$ 150,00 em um taxi para complementar o restante da viagem até a cidade de Pombal.

“O que deu a entender é que estão fazendo de propósito! Diminuíram a frota alteraram o itinerário, nada de informações e perdemos ônibus, temos que pagar o valor a mais para embarcar! Um absurdo isso!”, acrescentou a passageira.

O espaço do Patosonline.com está aberto para qualquer esclarecimento que a empresa Expresso Guanabara entender necessário a respeito desse caso.

Patosonline.com

error0
Tweet 20
fb-share-icon20
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com