Divulgado a identidade do empresário morto durante operação policial em Santa Luzia. Pai da vítima diz que ele é inocente



Um operação policial da Polícia Civil de Sergipe na noite desta terça-feira (16) resultou na morte de um jovem de 30 anos em Santa Luzia, Sertão paraibano, De acordo com a Polícia Civil da Paraíba (PCPB), não houve nenhuma participação da polícia paraibana na operação e uma investigação foi aberta para apurar e entender o caso.

A vítima foi identificada como Jefferson de Moura Gomes, que é natural de Cajazeiras, estava passando pelo local em um carro quando foi alvejado a tiros pelos policiais. Em contato com o Diário do Sertão, Geraldo Magela, pai de Jefferson revelou que o filho foi confundido com um assaltante.

“Meu filho era trabalhador, educado, bastante conhecido em Cajazeiras. Ele estava sozinho de carro, estavam querendo matar mesmo, ainda pegaram ele e jogaram na porta do hospital, ele foi assassinado. É preciso que as autoridades tomem providência, abordaram um cidadão de bem e atiram sem saber nem quem é”, disse Geraldo, pai de Jefferson.

O delegado responsável pela 3ª Superintendência da Polícia Civil da Paraíba, Sylvio Rabello, informou que a polícia do Estado não participou do confronto porque foi avisada de última hora pela polícia de Sergipe sobre a operação e que antes de se envolver, houve o confronto entre a polícia sergipana e os suspeitos.

Diário do Sertão