LocaisPolitica

Discussão da LOA 2023: Vereador Josmá Oliveira questiona destinação de verbas. “Uma farra com o dinheiro público!”; gestão rebate

ÓTICAS GUIMARÃES

Na tarde desta quinta-feira, dia 10 de novembro, a redação do Patosonline.com recebeu um material proveniente da assessoria do vereador Josmá Oliveira, acerca da discussão em torno da Lei Orçamentária Anual (LOA) que será votada na Câmara Municipal de Patos, e questionando a destinação do dinheiro público. Veja o texto abaixo:

A Lei Orçamentária Anual do município de Patos entrou na pauta da Câmara de Vereadores, para a aprovação, ou não, dos pares daquela casa legislativa. E algo despertou a atenção do vereador Josmá Oliveira, PL: quase a metade da referida verba orçamentária é destinada unicamente a pagamento de pessoal, o que, segundo Josmá, “significam centenas de comissionados, contratados e outros que recebem dos cofres da edilidade sem saber sequer o local de trabalho.

Complementa o parlamentar: “O princípio da ética, da moral ou vergonha, há muito deixou de existir no dicionário do prefeito Nabor Wanderley. E enquanto ele quer empenhar vultosa quantia para manter seus afilhados e eleitores políticos na folha da prefeitura, nenhum centavo é destinado à recuperação ou reforma dos mercados públicos, as ruas continuam descalças e a arborização, tão necessária, quase sem incentivo material.
Também o Fundo do Idoso (10 mil reais), manutenção do Rio Espinharas (30 mil reais), manutenção do Centro de Referência de Atendimento à mulher (35 mil reais), Apoio à Reciclagem (50 mil reais), Arborização (50 mil reais), Manutenção de Praças Esportivas (50 mil reais), entre outras aberrações do senhor prefeito e auxiliares da linha de frente.

Enquanto isso, a quantia de cerca de 200 milhões de reais é destinada à manutenção desse pessoal, na sua maioria, ocioso e que apenas vota em seus candidatos e participa de seus eventos políticos. Inclusive, o procurador da Câmara Municipal, advogado José Lacerda, fez duras críticas nesse sentido e nós defendemos que somente seja aprovada essa LOA depois que o orçamento deste ano for concluído, as emendas sejam pagas e esse projeto volte para ser corrigido e aperfeiçoado. Dessa maneira, não vou votar ou vou votar contra, pois isso é mais um tapa na cara da população patoense!”, finalizou.

OUTRO LADO

A redação do Patosonline.com entrou em contato com o coordenador de comunicação da Prefeitura de Patos, Ulisses Neto, que enviou a seguinte resposta:

O vereador talvez não tenha lido a LOA, não entenda sobre a mesma, ou até mesmo não tenha prestado atenção na explicação dos profissionais que foram até a câmara prestar esclarecimentos e tirar as dúvidas do legislativo. Acreditamos que não seja maldade do parlamentar mirim, apenas desconhecimento”, disse Ulisses.

Patosonline.com

Com Assessorias


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo