Diretor do INSS em Patos diz que prova de vida voltou a ser obrigatória



O diretos da agência do INSS em Patos, Alberto Simplício, confirmou ao jornalista Misael Nóbrega, da Rádio Espinharas FM de Patos, a prova de vida voltará a ase exigida a partir deste mês de janeiro, para os segurados que recebem aposentadoria e outros tipos de benefício previdenciário do instituto.

De acordo com Alberto, por conta da pandemia da covid-19, a prova de vida esteve suspensa entre março e dezembro do ano passado, mas será novamente exigida a partir de agora com o intuito de evitar pagamentos indevidos aos segurados.

“As pessoas não estavam sendo obrigadas a fazer prova de vida devido a pandemia, mas a partir de janeiro desse ano teremos o retorno dessa obrigatoriedade, e aquelas pessoas que deixaram de fazer o procedimento vão ter que comprovar que estão vivas para evitar que o INSS pague benefícios as pessoas que não estão mais vivas”, explicou o diretor.

O calendário do INSS prevê a necessidade de realização da prova de vida nos meses de janeiro e fevereiro, aos segurados que fariam o procedimento em março e abril de 2020, e terá continuidade nos meses subsequentes até completar o ciclo de beneficiários.

Ele acrescentou que o segurado que não comparecer a rede bancária para a realização da prova de vida, estará sujeito a bloqueio do pagamento dos recursos até o comparecimento do segurado a agência bancária na qual ele é vinculado.

Os segurados com mais de 80 anos ou com dificuldade de locomoção comprovada por meio de laudo médico, poderão solicitar a prova de vida domiciliar, feita pelo INSS por meio do número de atendimento 135 ou do aplicativo meu INSS.


Por Genival Junior – Patosonline.com

Áudio de Misael Nóbrega – Rádio Espinharas FM