• Dra Milena
Locais

Diretor confirma fechamento das enfermarias e UTI’s Covid no Complexo Hospitalar de Patos. Decisão gera comentários

Os pacientes que foram diagnosticados com Covid-19 serão agora enviados para Campina Grande

ÓTICAS GUIMARÃES

O diretor do Complexo Hospitalar Regional de Patos, Francisco Guedes, confirmou na manhã desta segunda-feira, 28 de março, a jornalista Vânia Nóbrega da Rádio Espinharas FM (97,8), a informação de que todos os leitos de enfermaria e UTI voltados para o tratamento da Covid-19 serão desativados em Patos, a partir do dia 30 de março. A informação foi reafirmada pelo diretor, em um áudio enviado à imprensa.

Segundo Francisco, devido à baixa demanda e também aos projetos de iniciação para o projeto ‘Opera Paraíba’, do governo do estado, o Complexo passará por uma reformulação. Entretanto, ele reforçou que os pacientes não ficarão sem atendimento para os casos suspeitos e confirmados de Covid-19.

“Com relação aos leitos COVID, tanto de enfermaria quanto de UTI, serão todos desativados a partir do dia 30 [de março], iremos virar a chave, e transformar os leitos que eram COVID em leitos comuns. Isso para dar um suporte às demais enfermidades que chegam ao Complexo Hospitalar, e também já para prepararmos o ambiente de enfermarias para que, na segunda quinzena de abril, possamos realizar o ‘Opera Paraíba’, no Regional, já que durante a Pandemia não pudemos realizar a meta. Com a redução do fechamento das áreas COVID, iremos abraçar o projeto, e iremos contemplar os cidadãos do sertão e da cidade de Patos”, afirmou o diretor.

Os pacientes que foram diagnosticados com Covid-19 serão enviados para Campina Grande, onde terão uma área reservada a atender demandas do sertão nesse aspecto. No Complexo de Patos, 100% dos leitos serão desativados, mas o atendimento aos cidadãos sintomáticos será mantido, segundo o diretor.

O áudio de Francisco Guedes você ouve na íntegra abaixo:

Patosonline.com

Áudio de Vânia Nóbrega – Rádio Espinharas FM, 97,9


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo