Dinaldo diz respeitar a posição de Cícero, mas segue voto de Cássio



O deputado estadual reeleito Dinaldo Wanderley (PMDB) comentou que respeita a posição do presidente estadual do PSDB, senador Cícero Lucena, de não apoiar a chapa majoritária da coligação ‘Uma Nova Paraíba’, que tem como candidato a vice-governador um tucano, o deputado federal Rômulo Gouveia. Dinaldo não quer polêmica no momento e vai seguir as orientações do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB).

“Respeito a posição pessoal de Cícero com Ricardo, o que todos sabem. Mas acima de tudo nós temos procurado o melhor, e o melhor é Ricardo Coutinho. Temos acompanhado sempre o maior líder do Estado da Paraíba. Na hora que Cássio precisava mais de uma mão, em 2002, eu estendi as minhas mãos, na eleição dele ao governo do Estado”, comentou Wanderley.

Em relação à sua reeleição, ele agradeceu a todos os municípiosonde foi votado, enfatizando Patos. “Procurei sempre trabalhar como prefeito e como deputado, tendo a confiança tanto dos patoenses como dos paraibanos. Essa foi a minha luta. Ganhamos as eleições para governador, onde o próprio governador dizia que ganhava a eleição com 14 mil votos e o resultado nas urnas, a vitória de Ricardo Coutinho”, frisou Dinaldo.

AMPLIAÇÃO

A expectativa dele é que a votação de Coutinho em Patos seja ampliada no segundo turno em virtude das adesões de lideranças, prefeitos, os ex-prefeitos e vereadores. “Todos têm certeza, Ricardo será um grande governador, realizando outros sonhos que ele tem que é uma educação, saúde e segurança melhor”, assinalou.

Ao ser indagado se pretende concorrer à Prefeitura de Patos, em 2012, o deputado reeleito Dinaldo Wanderley acha cedo para uma definição. “Não estou pensando nisso agora, mas no segundo turno, na eleição de Ricardo. No momento certo, vamos conversar com o deputado Antonio Mineral, as lideranças e vereadores da região. O que for melhor para Patos tem o nosso apoio”, garantiu o deputado estadual reeleito.

MAISPB com Jornal da Paraíba