Dinaldo critica governo por negar escolha de banco a funcionários



O deputado estadual Dinaldo Wanderley (PSDB) fez duras críticas nesta quarta-feira (11) ao governador José Maranhão (PMDB), por ter vetado o projeto de lei de sua autoria que dava liberdade ao funcionalismo público estadual para escolher o banco que quiser receber o seu salário.

Ele disse que esta atitude demonstrava o desrespeito do peemedebista com o pequeno servidor, mas lembrou que a Comissão de Constituição e Justiça da AL já derrubou o veto por 4 votos a 3.

Agora, o plenário da Casa de Epitácio Pessoa precisa votar se derruba ou não o veto do governador, e Dinaldo promete "empenho máximo neste sentido". De acordo com o tucano, é preciso que o legislativo estadual preserve os direitos dos pequenos.

Ele criticou também o fato do líder da situação na AL, deputado estadual Gervásio Filho, ter se posicionado favorável ao veto. "O engraçado é que quando o projeto foi para votação ele votou favorável, mas agora defende outro voto. O que mudou em tão pouco tempo?", questionou.

Dinaldo destaca também que foi o próprio Maranhão quem privatizou o Paraiban para o Banco Real e agora é ele quem quer mudar as contas do Governo para o Banco do Brasil.

"Estas mudanças criam uma insegurança terrível, porque não sabemos quando vão mudar de novo. Tem gente que tem a conta há mais de vinte anos e agora será obrigado a migrar para outra agência. Isto é um absurdo que o meu projeto de lei tenta evitar", encerrou.

Paraiba1.com.br