Dinaldinho cobra incentivo ao turismo na reserva ecológica Pico do Jabre



O deputado estadual Dinaldinho Wanderley (PSDB) cobrou do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Estado da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia e ao Turismo, providências para revitalizar e incentivar o turismo na região da reserva ecológica Pico do Jabre, no município de Maturéia, e também na Pedra do Tendó, no município de Teixeira, ambos situados no Sertão do Estado.
 
“Solicitamos essa atenção para com a reserva do Pico do Jabre que precisa de urgentemente de investimentos e organização turística. Naquele local, além de ser possível a prática de rapel, trilhas ecológicas, romaria e também degustação da culinária local, razão pela qual devemos preservar e incentivar o turismo ecológico como forma de manter viva a cultura e tradição do povo paraibano”, destacou o deputado.
 
Segundo dados da Sudema, a reserva do Pico do Jabre possui aproximadamente 500 hectares de área composta de espécies de Mata Atlântica e Caatinga e é reconhecida pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) como uma das maiores fontes de pesquisas biológicas do País.
 
“O Pico do Jabre é também considerado um observatório natural que permite que os visitantes contemplem do alto boa parte do nosso Estado. Sem contar na paisagem rica em belezas naturais, que atrai a atenção de turistas brasileiros e estrangeiros. Por isso apresentamos um requerimento para que o Governo do Estado invista nessa importante região da Paraíba”, disse Dinaldinho.
 
Já a Pedra do Tendó localiza-se a aproximadamente três quilômetros do centro da cidade de Teixeira, às margens da BR-110, estrada que liga Teixeira a Patos, dentro da área de proteção da Reserva Ecológica Pico do Jabre, criada em 16 de Outubro de 1992. A Pedra é um dos pontos turísticos mais importantes do nosso Estado, localizado a aproximadamente 800 metros de altitude de onde se pode observar grande parte do Sertão paraibano.

 

 
Assessoria