Dilma sobe mais três pontos nas pesquisas



A pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta segunda-feira (07) mostrou que a ministra Dilma Rousseff (PT) ganhou novo fôlego nas intenções de voto para a disputa presidencial em 2010, crescendo três pontos percentuais de setembro para novembro.

A chefe da Casa Civil se consolida no segundo lugar entre os pré-candidatos à presidência da República, passando de 14% das intenções de votos na rodada anterior – em setembro – para 17%.

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), se mantém na liderança com 38%, três pontos percentuais a mais que em setembro. O deputado Ciro Gomes (PSB) aparece em terceiro lugar com 13% e a senadora Marina Silva (PV) tem 6% da preferência.

Na lista de simulação onde o candidato do PSDB é o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, o deputado Ciro Gomes sobe para o primeiro lugar com 26%, seguido por Dilma Rousseff com 20%, Aécio em terceiro com 14% e Marina Silva sobe para 9%.

O desempenho dos adversários nos índices de rejeição é desfavorável para a ministra Dilma Rousseff. A chefe da casa civil tem percentual maior que a senadora Marina Silva no índice de quem não votaria de jeito nenhum para presidente. A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais.

Para 41% dos entrevistados Dilma estaria descartada da intenção de voto, 40% não votariam em Marina Silva, enquanto 29% não votaria de forma alguma em José Serra e 33% em Ciro Gomes.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas entre os dias 26 e 30 de novembro em 143 municípios do país. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, com grau de confiança de 95%.

FONTE: Terra