Diante de possíveis irregularidades, oposição pede na justiça a impugnação da chapa de situação no Município de Condado



O Partido Democrata Trabalhista (PDT), que tem como candidata a prefeita de Condado a assistente social Landinha, entrou com ação na Justiça Eleitoral diante de possíveis irregularidades encontradas no registro da chapa de situação no referido município.

A assessoria jurídica da candidata Landinha (PDT) afirmou que encontrou irregularidades que, de acordo com as regras da legislação eleitoral, impugnam as candidaturas do candidato a prefeito pela situação, Jorge Henrique, Jorginho, bem como do seu vice-prefeito, Marcelo Bezerra, bem como da chapa do candidato Cristiano. A chapa de situação é apoiada pelo atual prefeito Caio Paixão (PL).

Segundo a assessoria as irregularidades encontradas vão desde CNPJ do PL sem regularização em tempo hábil, ata da convenção do PR divergente do que aconteceu na realidade, processo contra o candidato a prefeito Cristiano de Sousa que foi transitado e julgado com condenação e, portanto, impeditivo pela “Lei da Ficha Limpa”, parentesco por adoção comprovado do candidato do candidato a prefeito Marcelo com o atual prefeito Caio Paixão, inclusive com publicações em redes sociais que demonstram tal grau de intimidade, dentre outras questões.

O advogado Ennio de Sousa Andrade, representando a coligação que tem como candidata Landinha, pediu a impugnação da chapa de situação encabeçada por Jorginho e tendo como vice-prefeito Marcelo. O Advogado juntou vasta documentação que provam as irregularidades e espera a celeridade da Justiça Eleitoral diante do caso para que a democracia seja fortalecida.

O Patosonline.com deixa aqui o espaço aberto para a Chapa da situação se pronunciar sobre o pedido feito na justiça pela chapa da oposição. Para isso basta enviar a sua versão para a redação do nosso portal – [email protected]

ASCOM