Descontentes com baixos salários e descontos, Guardas da Reserva da Polícia Militar ameaçam abandonar serviços na Paraíba



Nesta segunda-feira, dia 01, dezenas de Guardas da Reserva da Polícia Militar da Paraíba ameaçam protocolar requerimentos pedindo desligamento das funções exercidas. A revolta se deu desde que os policiais militares da reserva receberam os contracheques com descontos.

A partir deste ano de 2.021, entram em vigor os descontos da contribuição previdenciária após a reforma no Congresso Nacional e que seguiu por efeito cascata para Estados e Municípios. Os descontos chegam a 14% e a Guarda da Reserva não vem recebendo a bolsa de desempenho profissional desde a decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ/PB) que reconheceu que estes não têm direito. Com salários baixos, os militares ameaçam pedir desligamento em massa.

A reportagem do Patosonline.com teve acesso aos áudios de Guardas da Reserva da Polícia Militar que demonstram indignação e insatisfação com os baixos salários. Cópias de documentos pedindo desligamento também estão disponíveis, como é o caso de Manoel Alves da Silva, 2º Sargento da Guarda Militar da Reserva. Ele publicou seu pedido de dispensa do serviço com data neste dia 1º de março de 2.021.

A Guarda da Reserva da Polícia Militar da Paraíba representa um número significativo de complemento da segurança pública no Estado. Muitos estão em funções diversas e podem causar desfalques caso peçam dispensa em massa.


Jozivan Antero – Patosonline.com