Deputado federal 2010: Falta de estrutura tira candidatos de Patos da disputa



O ex-deputado Gilvan Freire (PMDB), considerado candidato natural do partido em Patos a uma vaga na Câmara Federal, confidenciou que o alto custo de uma campanha para deputado federal, lhe tirou da disputa ao cargo no ano que vem.

Gilvan teria dito a amigos que não pretendia gastar o resto que tinha na política, justificando que os gastos para manter uma candidatura a deputado federal são altos.

Essa mesmo justificativa foi apresentada pelo ex-prefeito de Patos e ex-deputado estadual, Ivânio Ramalho (PMDB), que afirmou em entrevista ao programa Radar da Rádio Espinharas, que a estrutura necessária para suportar uma candidatura de deputado federal é grande.                 

Já o prefeito Nabor Wanderley, também do PMDB, disse que não tem interesse em disputar uma vaga de deputado federal, pois tem um compromisso com o povo de Patos na administração local.

Retirados os nomes do PMDB, restam os pré-candidatos Bonifácio Rocha (PSB), Vieirinha (PP) e Ivânes Lacerda (PSDB).

A grande pergunta que não que calar entre os patoenses é a seguinte: Será que a cidade de Patos vai ficar mais uma vez sem representante na Câmara Federal?

Patosonline.com