Policial

Demora na remoção de corpo revolta líder pastoral

mulher comete suicídio na vila mariana e corpo fica pendurado por mais de 05 (cinco) horas.

O líder pastoral, Gildenor Oliveira, procurou a reportagem da Rádio Espinharas de Patos, para expressar sua revolta com a demora ocorrida para remoção do corpo da senhora Irene Araújo dos Santos, que cometeu suicídio na tarde de ontem aqui em Patos.

 

Segundo Gildenor, a mulher morreu entre às duas e três da tarde, porém só por volta das nove da noite foi que um delegado compareceu ao local.

 

Outro fato que revoltou também o líder comunitário, foi a afirmação do delegado, comunicando a família da vítima, que procurasse um carro particular para remover o corpo até o IML de Patos, pois a polícia não dispor do Rabecão (veículo específico para remoção de cadáver).

 

Gildenor Oliveira chega a pedir “vergonha na cara” das autoridades de Patos para com essa situação.

 

Escute a entrevista                      

Texto/patosonline.com

Áudio/Rádio Espinharas

Foto/Portalpatos 

 

 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close